11- Revelação, Inspiração e Autoridade

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

11- Revelação, Inspiração e Autoridade

Mensagem  Admin em Sex Jan 18, 2008 7:50 am

Revelação, Inspiração e Autoridade

Chamamos a Bíblia de a "Palavra de Deus", mas isso é apenas uma figura de linguagem. Deus, na verdade, não ditou a Bíblia, como dá a entender. (Os muçulmanos, por sua vez, crêem que Alá ditou o Corão.) O Senhor falou com algumas pessoas e as encarregou de registrar as revelações recebidas. Deus comunicou-se com elas por meio se sonhos e visões (Nm 12.6), de experiências especiais que tiveram com ele, e de contatos com profetas e apóstolos, conclamados especialmente para anunciar sua palavara.

Três conceitos dizem respeito ao "caráter" da Bíblia e são independentes. São eles: revelação, inspiração e autoridade. A autoridade da Bíblia vem do fato de ela ser o testemunho inspirado da revelação de Deus.


Última edição por em Sex Fev 01, 2008 10:33 am, editado 2 vez(es)

Admin
Admin

Mensagens : 132
Data de inscrição : 17/01/2008

Ver perfil do usuário http://manualdafecrista.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11- Revelação, Inspiração e Autoridade

Mensagem  Admin em Dom Jan 20, 2008 3:45 pm

Revelação Geral e Particular

Alguém já disse que religião é a tentativa da humanidade de encontrar Deus e que cristianismo é o plano do Criador para alcançar a humanidade. E ele promove isso por meio da revelação, tanto geral como particular.

A primeira refere-se ao testemunho dos elementos da criação, que provam, por si mesmos, não terem surgido por acaso, nem espontaneamente. Mostram à humanidade que existe um Criador, que chamamos de Deus.

A revelação particular diz respeito às palavras e aos feitos divinos como, por exemplo, quando o Senhor revelou seu nome (ver capítulo 2), ou ao chamar Abraão para ser o "pai" do seu povo, e também quando libertou os israelitas da escravidão no Egito. Outro exemplo de revelação aprticular deu-se quando o Senhor entregou os Dez Mandamentos a Moisés, no monte Sinai, ou ao falar por intermédio dos profetas, ao vir à Terra na pessoa de Jesus e ao aparecer para Paulo na estrada de Damasco. A Bíblia é o testemunho das revelações de Deus aos patriarcas e profetas de Israel e aos apóstolos e discípulos de Jesus.


Última edição por em Seg Jan 21, 2008 6:19 am, editado 1 vez(es)

Admin
Admin

Mensagens : 132
Data de inscrição : 17/01/2008

Ver perfil do usuário http://manualdafecrista.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11- Revelação, Inspiração e Autoridade

Mensagem  Admin em Dom Jan 20, 2008 4:07 pm

A Inspiração da Bíblia

É através da Bíblia que a "Palavra" de Deus chega até nós. Chamamos de inspiração a escolha divina dos autores das Escrituras, bem como sua direção pelo Espírito Santo para garantir o registro e a transmissão fiel do testemunho deles. (Ver 2 Timóteo 3.16.) Todavia eram homens comuns. Destinaram seus escritos públicos diferentes, além de terem se valido de fontes distintas, tanto orais como escritas. (Ver Lucas 1.1-4.) Isso fica evidente nas pequenas diferenças entre seus relatos. Há pessoas que crêem que todas as palavras constantes da Bíblia, sem exceção, foram inspiradas por Deus. A isso chamamos de inspiração verbal. Já outros afirmam que a Bíblia contém a Palavra de Deus em relação ao plano de salvação, o que nos permite aceitar as diferenças entre os textos e usar de certa liberdade ao interpretá-los.

Os cristãos mais "conservadores" crêem na inerrância da Bíblia em sua totalidade, até mesmo em assuntos relacionados com História, Geografia e Ciências em geral. Acreditam que admitir a possibilidade de haver algum erro na Bíblia é o primeiro passo para alguém se desviar da fé. Uma vertente teológica mais "liberal" crê na "inerrância parcial". Seus adeptos afirmam que a Bíblia ´perfeita em todo seu ensino, mas que nem tudo o que está contido nela tem esse propósito. Os evangélicos preferem usar o termo infalível, no sentido de que a Bíblia é completamente confiável, principalmente no que diz respeito à revelação de Deus na pessoa de Jesus Cristo. Alguns cristãos não vêem a Bíblia como a Palavra de Deus, revelado e inspirada, mas como escritos que tratam da busca espiritual da humanidade.

Muitos estudiosos entendem que a "inspiração não se restringe apenas aos textos bíblicos. Vários teólogos a atribuem também à ação do Espírito Santo sobre as pessoas responsáveis por decidir quais livros deveriam se incluídos no cânon bíblico e quais ficariam de fora, sendo, portanto, uma escolha divina. Outros afirmam que todos os tradutores das Escrituras, que produziram versões nas mais variadas línguas, foram e ainda são inspirados por Deus. Essa ação do Espírito vem, então, garantir a transmissão fiel da Palavra de Deus para todos os povos. Ainda outros estudiosos entendem que a iluminação espiritual no coração daqueles que "ouvem a palavra e a recebem, frutificando... a cem por um" (Mc 4.20) também se deve à ação divina

Admin
Admin

Mensagens : 132
Data de inscrição : 17/01/2008

Ver perfil do usuário http://manualdafecrista.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11- Revelação, Inspiração e Autoridade

Mensagem  Admin em Seg Mar 31, 2008 9:42 am

A Autoridade da Bíblia

Por ser a revelação de Deus, cremos que a Bíblia tenha a palavra final em questões de ortodoxia (doutrina) e ortopraxis (vida cristã).

Muitos incrédulos rejeitam as Escrituras porque, entre outras coisas, não admitem ser possível ao ser humano receber revelações sobrenaturais. Os cristãos, por sua vez, se vêem às voltas com outro tipo de problema. Não questionam a autoridade da Bíblia, mas divergem entre si quanto à interpretação e à aplicação de seus ensinos - a estrutura eclesiástica, os sacramentos, a liturgia, o trabalho missionário e aspectos de natureza social.

Admin
Admin

Mensagens : 132
Data de inscrição : 17/01/2008

Ver perfil do usuário http://manualdafecrista.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11- Revelação, Inspiração e Autoridade

Mensagem  Admin em Qui Abr 03, 2008 4:07 pm

Um ponto relacionado á autoridade bíblica é o que diz respeito à autoria dos livros. Alguns teólogos mais conservadores crêem que a autoridade de cada documento acha-se diretamente ligada ao seu autor. Assim esforçam-se para provar, por exemplo, que Moisés é o autor do Pentateuco, ou que apenas um indivíduo escreveu Isaías, e que Paulo detém a autoria das cartas pastorais.

Seria interessante saber quem escreveu cada um dos livros da Bíblia, mas autoria não é o mesmo que autoridade. Não seguimos os ensinamentos bíblicos apenas porque sabemos quem os registrou. Desconhecemos, por exemplo, quem são os autores de alguns dos salmos e porvérbios, ou quem escreveu os relatos presentes em Samuel e Reis, ou ainda quem compilou os livros de Jó e de Hebreus.

Esses escritos são considerados como tendo "autoridade" porque constam do cânon

Admin
Admin

Mensagens : 132
Data de inscrição : 17/01/2008

Ver perfil do usuário http://manualdafecrista.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 11- Revelação, Inspiração e Autoridade

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum